Feirinha do Servidor garante renda para agricultora familiar e alimentos saudáveis aos servidores

FEIRINHA

FEIRINHA

Na correria do dia a dia pode ser muito difícil conciliar uma vida equilibrada com uma alimentação saudável, o que pode acarretar no aumento de muitas doenças. Pensando na qualidade de vida dos servidores e no aumento da renda familiar dos agricultores, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) realiza, há mais de um ano, a Feirinha do Servidor, todas as quintas-feiras na sede da Secretaria, na Avenida São Luís Rei de França, bairro do Turu, em São Luís.

A agricultora familiar do Cinturão Verde, Maria das Mercedes vende frutas, legumes e verduras, toda semana, na Feirinha do Servidor, onde os consumidores são os próprios servidores da SAF. “Agradeço a SAF que me deu essa banca para eu trabalhar e adquirir meu pão de cada dia. Daqui eu tiro para comprar meu alimento, roupas e tudo que eu preciso. Além dessa feira eu, também, comercializo em outras feiras de São Luís, mas, esta aqui, é a que me dá melhor rendimento, porque recebo apoio logístico da secretaria”.

FEIRINHA

FEIRINHA

Cinturão Verde é a única área de assentamento pelo Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF) em São Luís, com 59 famílias associadas. O assentamento existe há mais de 20 anos.

O secretário de Estado de Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, enfatizou que a Feirinha do Servidor é importante tanto para o produtor quanto para os servidores. “Ações como essas melhoram a renda familiar dos agricultores familiares e, em contrapartida, os servidores têm uma alimentação mais saudável”, disse.

“Estamos trabalhando diuturnamente para cumprir a missão da SAF que é desenvolver a agricultura familiar no Maranhão, apoiando os agricultores familiares no acesso à terra, ao crédito, a assistência técnica, a equipamentos e insumos agrícolas para produção”, afirmou César Mendonça.

FEIRINHA

FEIRINHA

O secretário afirmou que o Governo do Estado apoia comercialização dos produtos por meio dos programas de compras institucionais por meio do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Atuam, também na reestruturação das feiras da agricultura familiar.

Olga Maria Teixeira, servidora da SAF, declarou que, com a chegada da feirinha na secretaria, sua alimentação melhorou bastante. “Passei a consumir mais folhas, alfaces, vinagreiras, quiabo, maxixe, frutas. Minha alimentação melhorou consideravelmente porque são alimentos fresquinhos e saudáveis”, enfatizou.

A secretária adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais da SAF, Luciene Dias Figueiredo, elogiou os alimentos comercializados pela agricultora e enfatizou a facilidade de adquirir esses alimentos mesmo com a correria do dia a dia.  “Há mais de um ano que dona Maria vem nos prestigiando com esses alimentos.  Essa Feirinha para nós, além de ser uma alegria, é também uma facilidade, porque mesmo com a correria do dia a dia nós temos a oportunidade de comprar um excelente alimento”, pontuou.

FEIRINHA

FEIRINHA

A Feirinha do Servidor já foi realizada nas secretarias de Estado da Educação (Seduc) e da Mulher (Semu) e as negociações estão na reta final para a realização na Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp-MA) e o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

Além da agricultora do Cinturão Verde, uma vez por mês, a Associação das Quebradeiras de Coco Babaçu de Itapecuru – Mirim tem o apoio da SAF e comercializam seus produtos oriundos do babaçu (sabonetes, azeite, óleo, biscoitos etc.). Nos dias 06 e 07 de maio, os membros da associação estarão em São Luís comercializando seus produtos na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Companhia nacional de Abastecimento (Conab) e na SAF.

TEXTO: Claudilene Maia