PROCAF vai fornecer alimentos para o Hospital do Câncer Aldenora Bello em São Luís

Procaf

Procaf

Condições de produzir, ter garantia de comercialização e ainda contribuir com a segurança alimentar de instituições socioassistenciais, são alguns dos benefícios que os agricultores familiares e população do Maranhão terão com o Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf), que visa a aquisição direta de produtos da agricultura familiar por dispensa de licitação.

Pacientes do Hospital do Câncer Aldenora Bello, mantido pela Fundação Antônio Dino, por exemplo, contam com alimentos saudáveis e nutritivos, e livres de defensivos agrícolas para consumo. O Aldenora Bello é uma das entidades que recebe, a partir de agora, alimentos do PROCAF.

Na última segunda-feira (17), agricultores familiares da Associação do Cinturão Verde e da Cooperativa, localizadas no Cinturão Verde, zona rural de São Luís, assinaram contrato com o Procaf e já realizaram a primeira entrega do fornecimento de produtos às entidades contempladas, a Associação irá fornecer para o Hospital Aldenora Bello, e ao Centro de Referência de Assistência Social – Cras/Maracanã.

Fornecidos pela Associação Cinturão Verde, os mais variados tipos de frutas e hortaliças farão parte da alimentação de crianças e adultos em tratamento oncológico no hospital. De acordo com o representante do Hospital, Antônio Porto, “o hospital foi contemplado e viemos receber a mercadoria do Procaf e isso é de grande ajuda ao produtor, que vai incentivá-lo a produzir mais, e ajudar na alimentação de nossos pacientes com alimentos de qualidade.”

Procaf

Procaf

O presidente da Associação Cinturão Verde, o agricultor Edivaldo Rocha, ressaltou que, são vinte e duas famílias que estarão produzindo para fornecer os alimentos ao Programa e que esta é mais uma iniciativa para ajudar e valorizar o homem do campo. “É muito gratificante a gente ganhar um projeto desse que vai ajudar os agricultores do Cinturão e as famílias carentes que são atendidas pelo CRAS, como crianças e adolescentes, e o hospital Aldenora Bello. Vamos fornecer 29 itens, como abacate, banana, jaca, limão, mamão, maracujá, couve, feijão verde, maxixe, quiabo e vinagreira. Estamos felizes com o Procaf e mais felizes ainda em poder levar esses alimentos para quem mais precisa,” destacou o agricultor Edivaldo, do Cinturão Verde.

Ainda em São Luís, agricultores familiares do povoado Arraial também fizeram a primeira entrega de alimentos ao Procaf. Na comunidade, são mais de 20 tipos de produtos adquiridos pelo Programa e serão fornecidos ao Projeto Mesa Brasil, que há 15 anos contribui para a segurança alimentar e nutricional de indivíduos em situação de maior vulnerabilidade no Maranhão. O projeto é uma iniciativa do Serviço Social do Comércio (Sesc), e possui mais de 80 instituições cadastradas no projeto.

A agricultora familiar Joselina de Lima Mendes, do povoado Itapera, beneficiada com o Procaf, entregou sua produção e afirmou que “está valorizando nossos produtos porque passávamos ao atravessador e só ele ganhava, e, agora, temos um Programa que paga o valor justo e isso valoriza nosso trabalho.”

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, programas de aquisição de alimentos, como o Procaf, são extremamente importantes na potencialização da produção. “É uma garantia de que o que é produzido pelo agricultor vai gerar renda e melhora de vida.  Além de beneficiar os agricultores, o Procaf ajudará pessoas em vulnerabilidade social e alimentar,” pontuou o secretário.

Procaf

Criado pelo Governo do Estado, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, o Programa de Compras da Agricultura Familiar – Procaf, é um Programa Estadual que visa a aquisição direta, por dispensa de licitação, de produtos da agricultura familiar.